Ex-morador de Rolim de Moura assassinado a pauladas em Vilhena, implorou pela vida, “Não faz isso, eu vou te pagar, para”