Rondônia

Costa Marques 18/05/2017 16:56 Da assessoria

Com trabalho da procuradoria, Mirandão faz acordo com a Caixa para tirar os nomes dos servidores de Costa Marques do Serasa e SPC

No dia 29 de março de 2017, os procuradores do município de Costa Marques, Dr. Ronan Almeida de Araújo e Dr. Marcos Garcia, protocolaram na Justiça Federal, em Ji-Paraná, ação de obrigação de fazer e/ou não fazer cumulada com pedido de urgência, sob o número 0001121-21.2017.4.01.4101, em desfavor da Caixa Econômica Federal, requerendo a exclusão dos servidores da que estão com restrição junto ao Serasa e SPC, em virtude de que, na administração passada, os ex-gestores deixaram de repassar à instituição financeira valores descontados dos próprios funcionários a título de empréstimo consignado.

Na audiência realizada ontem na cidade de Ji-Paraná, ficou acertado de que em cinco dias a Caixa irá excluir os nomes dos servidores do cadastro de inadimplente pelo período de trinta dias para que as partes busquem um acordo que viabilize o pagamento de valores atrasados, que correspondem a mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), dívida esta de responsabilidade da prefeitura, porém os atuais administradores já protocolaram ações para obter ressarcimento contra aqueles que lesaram os servidores da Prefeitura de Costa Marques, que reteram dinheiro dos próprios servidores para outras finalidades.

“Quando assumi meu mandato como prefeito, minha primeira providência foi determinar à Secretaria de Fazenda que colocasse em dia os repasses à Caixa Econômica Federal referente aos empréstimos consignados feitos pelos servidores com este banco, pagamento este que está em dia quanto aos valores de 2017, porém os atrasados ainda não foram quitados porque na administração passada houve irresponsabilidade dos ex-gestores que lesaram os funcionários prejudicando inclusive a prefeitura que não consegue tirar certidão negativa de débito para fazer convênio em promover investimento visando a realização de obras à população de Costa Marques”, disse Mirandão.

Mirandão herdou uma prefeitura com uma dívida de R$ 17.000.000,00 (dezessete milhões de reais) e está pagando em dia os salários dos servidores da prefeitura de Costa Marques, bem como empenhado em reconstruir o município, necessitando da compreensão dos funcionários para que o salário do mês de dezembro de 2016 seja pago, porém não tem recurso suficiente para quitar a folha que gira em torno de R$ 1.700.00,00 (hum milhão e setecentos mil reais). Mirandão prioriza o pagamento do salário dos funcionários e o que sobra da arrecadação, em torno de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) é para tocar a prefeitura que tem carência em todas as áreas. “Estamos administrando com responsabilidade para cumprir nossas metas de trabalho e até o final de meu mandato o município de Costa Marques será modelo para que os moradores tenham orgulho de nossa atuação como gestor que administra a coisa pública com seriedade e honestidade”, disse Mirandão, prefeito de Costa Marques.   


Informações de contato

Planeta Folha

(69) 9841-29772 - (69) 9937-71115

atendimento@planetafolha.com.br

Planeta Folha nas redes sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo