Destaques de três

Covardia 20/05/2017 15:54 Olhar Direto

Agora a pouco - Estudante de Direito é morta estrangulada pelo marido após espancamento e tijoladas

A Polícia Militar procura o suspeito Wellingon Fabrício de Amorim Couto, que teria matado a esposa Edneia Batista Rosa, de cerca de 35 anos, estudante de Direito. O corpo da mulher foi encontrado na manhã deste sábado (20) com sinais de espancamento. Ela teria sido agredida com murros, lesionada na cabeça com um golpe de tijolo e estrangulada com um fio.

De acordo com informações da Delegada Juliana Palhares, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), os policiais foram chamados para solucionar um caso de feminicídio que aconteceu no bairro Serra Dourada, em Cuíaba no Mato Grosso, por volta das 11h30 da manhã, e lá encontraram o corpo da vítima.

Wellington já possui condenação a dezessete anos de prisão por ter cometido um homicídio triplamente qualificado contra a ex-mulher, em 2011, e tem o mandado de prisão em aberto. Este seria, então, o segundo feminicídio que ele cometeu.

Os Policiais estão à procura do suspeito, para que ele possa ser preso em flagrante. Segundo a Delegada, testemunhas disseram que ele e Edineia tinham um relacionamento conturbado, e ela teria tentado terminar o caso. “Ele provavelmente não aceitou, invadiu a casa onde ela estava e a matou”, diz.

De acordo com informações de pessoas próximas à vítima, ela estava no último semestre de Direito e estudava para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil. Ela deixou filhos. 

Qualquer informação pode ser passada à DHPP: (65) 3901-4825 ou à PM pelo 190.


Informações de contato

Planeta Folha

Rua X - 0375 - Cidade Alta - Rolim de Moura/Ariquemes - RO

(69) 9841-29772

atendimento@planetafolha.com.br

Eu curto o Planeta Folha!

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo